terça-feira, 17 de julho de 2012

Shinigame School - Capitulo 1



A brisa soprava bagunçando mais o cabelo do jovem que estava apoiado na barra de ferro, em cima de um pequeno morro. O mesmo observava os patos no pequeno lago da praça onde estava, com o olhar vago, sem nenhuma expressão no rosto.

Kenji Matsuda pensava em como seriam as coisas depois do divórcio de seus pais e como a convivência com a irmã mais velha, Lili Matsuda, seria um inferno daqui para frente, já que ambos decidiram ficar com a mãe ao invés do pai.

– Otouto-chan! - Kenji ouvi a voz fina de sua irmã mais velha invadir seus ouvidos e dispersas seus pensamentos.

Kenji permaneceu imóvel, mas percebeu pela visão periférica que sua irmã corria em sua direção, com sacolas e mais sacolas do shopping, no qual, passou pelo menos duas horas comprando sapatos e roupas.

– Kenji, não ouviu eu te chamando? - Perguntou ela tomando fôlego.

– Ouvi. - Ele respondeu sem interesse.

– Então, vamos logo. Já estamos atrasados para o jantar. - Disse Lili puxando Kenji pelo braço.

– Tsc. - Disse ele se deixando levar pela irmã.

Não demoraram uma hora e já estavam em casa, Lili ligou para Naomi, sua mãe, para que buscassem os dois próximos a praça vinte.

– Como foram de compras? - Perguntou Naomi colocando três tigelas em cima da mesa.

– Foi ótimo. - Respondeu Lili arrumando a toalha que enrolava o seu cabelo.

– Onde está seu otouto, Lili?

– Já deve estar descendo. - Respondeu Lili ouvindo barulhos vindo da escada.

– Yoo. - Disse Kenji sentando-se na mesa.

– Yoo. - Disse a mãe dos dois.

O jantar seguio tranquilo, Natsumi não parava de falar das coisas que havia comprado e do que tinha comido durante as suas compras, Naomi apenas ria da filha que falava tudo com certa empolgação e brilho nos olhos. Kenji apenas comia, calado, como de costume e de sua personalidade. Apenas ouvia a irmã falando e rindo alto dos seus ditos momentos engraçados no shopping.

– Vou dormir. - Disse ele pousando a tigela em tonalidade escura na mesa e levantando-se.

– Não quer mais? - Perguntou Naomi olhando o filho.

– Não, estou satisfeito. - Disse Kenji saindo da cozinha.

O garoto subiu os degraus e foi direto para seu quarto, ligando a luz e ficando parado na porta, apenas observando a sua bagunça de revistas, CD's, roupas e livros pelo chão, cama e escrivaninha.

– Tsc, preciso organizar as coisas para amanhã. - Disse ele em um tom de cansaço.

Kenji andou pelo quarto chutando um pato de pelúcia que havia ganhado de sua colega Sora Abe, quando estava no seu segundo ano na Terceira Escola Shinigami Hashimoto. A escola era própria para pessoas com dom de ver os mortes e com capacidade o suficiente para controlar o mundo dos "morto" com o mundo real. Kenji era o garoto no qual foi o sortudo da família inteira, herdará o "dom" do seu pai que estudou na mesma escola, com péssimas notas e péssimo comportamento. Kenji já estava com quinze anos, já não aguentava mais ter que ficar fazendo simulações com monstros e conviver com espíritos que circulavam pela escola, aprontando com os alunos mais novos.

– Amanhã... - Ele disse em um tom baixo, já deitado em sua cama, de barriga para cima observando o teto que era iluminado pela luz da lua que entrava pela janela aberta. - Amanhã. - Foi a única coisa que saia da boca de Kenji antes de pegar no sono.

2 comentários:

  1. Adorei.Continuaaaaa .Desculpa olá.Não te preocupes com o anonimo sou a Pucatuca

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Awn, muito obrigada ^^
      Irei continuar sim ^^
      Obrigada por ler. 1beijo

      Excluir