sexta-feira, 20 de julho de 2012

Espinhos do Amor - Capítulo 10

Depois da tempestade há sempre uma grande calmaria


     – Olhe para trás.
     – Você?
     – Sim... Eu sei que você esperava alguém diferente, mas eu não posso fazer nada.
     – Não é isso, eu só, não acredito. Era você? desde o começo... Sempre foi você?
     – Sim, eu mesmo, desde o começo, desculpa.
     – Você não tem nada que se desculpar. Eu só quero entender o porquê de você ter feito isso.
     – Eu conheci o Eduardo já faz um tempo, isso foi um pouco antes de mudar de escola, ele estava falando com os amigos sobre uma brincadeira que ele estava fazendo com uma garota, que no caso era você. No começo eu não liguei muito, mas quando eu te conheci eu percebi que você não merecia tudo aquilo, então fiz de tudo pra ficar amigo do Eduardo, para saber o que ele planejava e assim te avisar a tempo. Mas eu estraguei tudo quando tentei impedir que ele fizesse uma coisa que ele tinha planejado, por isso brigamos, mas entenda, que desde o começo eu só queria o seu bem. Me desculpa.
     – Como eu disse, você não tem nada que se desculpar, eu só tenho a te agradecer.

     Felipe e eu ficamos conversando por algumas horas, depois disso eu fui pra casa da Auria. Quando contei tudo o que tinha acontecido para a Auria, ela não consegui parar de rir e eu acabei rindo junto. E quer saber de uma coisa? Eu não me arrependo completamente disso, em partes isso até que foi bom, assim eu aprendo que a vida não é um conto de fadas, não é só porque você quer que algo aconteça que isso realmente vai acontecer.

     Algumas semanas se passaram e Felipe se tornou um grande amigo para mim e a Auria, algumas vezes penso que ele pode ser um espião do Eduardo tentando armar outro plano contra mim, mas depois desencano.
     Eduardo continua o mesmo, um grande idiota, ainda vejo ele pelos corredores do colégio, mas o ignoro e o trato com indiferença. Agora ele anda brincando com uma garota nova, mas ela disse saber quem ele realmente é e não se importa, diz que ele é quem vai sofrer dessa vez, vai entender.

     Hoje meu pai convidou a namorada dele pra jantar em casa. Nós andamos conversando sobre isso, mas ele parece gostar mesmo dessa mulher (Acho que todos merecem uma chance de ser feliz).

     Pode ser só coisa da minha cabeça, mas a Auria anda muito estranha essa dias, meio desligada das coisas... Com a cabeça nas nuvens... Será que ela...? Não pode ser, isso não.

8 comentários:

  1. ta agora comento kkkk
    Por quê sera que a Auria ta assim??HEHE‘

    Continua ta muito boom *o*

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Porque será? :/
      Essa foi a primeira parte da fic, logo posto a segunda ;)

      Excluir
  2. Ok... Esta mucho cute cute cute *----*
    Continue assim OK?! Ok u.ú
    Ah o que a Auria-senpai esta tendo será? *0000*

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Continuo quando a preguiça der uma trégua, ok?
      Também não sei :s
      vou ter que conversar com ela u.u

      Excluir
  3. Eu queeeeeeeeeeeeeeeero maaaaaaaaaaaaaais *o*
    Muito booom onee *o*

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Espera sentada que eu to com preguiça u.u

      Excluir
  4. Respostas
    1. To querendo, mas minha preguiça não deixa =/

      Excluir