sexta-feira, 27 de julho de 2012

Espinhos do Amor - Capítulo 11



     “AI MEU DEUS! QUE TÉDIO!”

     – Eu não acredito que vou ficar o final de semana todo em casa, sem nada pra fazer! E ainda pra piorar a internet não quer pegar de jeito nenhum.

     “TURURU TURURU TUTURU!”

     – Ai que susto! Olha uma nova mensagem. *-*

                 “Mily, da pra parar de gritar como uma louca e vir aqui em baixo me atender que já faz horas que eu estou te chamando? Tanks!
                                                                                                    Auria >.<”

     – Prontinho senhorita Auria, ao que devo a honra da sua nobre visita?
     – Da pra parar de rir? Eu preciso falar com você sobre uma coisa muito séria. – é ela não está com uma expressão muito boa mesmo.
     – Auria, se for sobre a caixa de chocolates que eu comi ontem na sua casa, não adianta implorar, eu não vou pagar.
     – Não, não é sobre isso... Espera! Você comeu minha caixa de chocolate alpino? – nesse momento os olhos dela pareciam pequenas bolas de fogos prestes a explodir.
     – Ops, escapou. Sobre o que mesmo você queria conversar?
     – Não vem mudando de assunto não, você me deve uma caixa de chocolate alpino. Mas é verdade preciso falar com você, será que a gente pode dar uma volta?
     – Claro.
     – Bom, é que... Eu meio que queria saber... Como você sabe que está gostando de alguém?
     – Espera ai. Deixa eu ver se eu raciocinei direito. A Auria, a melhor amiga mais chata do mundo, está gostando de alguém? Agora sim eu acho que já vi de tudo. Hahahahaha.
     – Mily! Fica quieta! Eu não estou gostando de ninguém... Eu acho.
     – Ownt! Que belezinha a Auria fica toda vermelhinha quando ta tímida. A Auria ta apaixonada.
     – Cala a boca! Vamos logo ao shopping que você ta me devendo uma caixa de chocolates.
     – Ui, ela ta irritadinha. Mas eu não vou pagar, ninguém mandou você deixar ela jogada por ai.
     – Ela tava escondida no fundo do meu guarda-roupa, com um bilhete onde dizia: NÃO TOQUE! ESCORPIÃO REI! SEU VENENO É FATAL!
     – Eu disse, você tem que guardar melhor as suas coisas.
     – Mily, eu quero meus chocolates. – ela fez uma carinha de cachorrinho que não teve como resistir.
     – Ta bom, você ganhou, mas com uma condição: você vai ter que me dizer quem é.
     – Quem é o que?
     – Ué! Quem é que te deixou com essa cara de boba. Sua paixonite é claro.
     – Mily! Vamos logo.
     – Só depois que eu receber a minha resposta.
     – Só depois que eu estiver com os meus chocolates nas mãos.
     – Então o que você está esperando? Vamos logo.

     Depois de comprarmos o chocolate de Auria que, é claro que ela quis a maior caixa de chocolates da loja, nós estávamos nos divertindo muito, até que uma idiota fez o favor de esbarrar em mim e me derrubar.
     – Olha por onde anda idiota! – disse isso enquanto me levantava e limpava a minha roupa.
     – Olha a pose da garota, me chamar de idiota, vê se pode. Perdeu a noção do perigo é? – foi aí que percebi quem era.
     – Eduardo, tinha que ser. E se quer saber, eu não tenho medo de você.
     – Pois devia ter. É melhor ficar esperta, você e seus amiginhos. Vocês não perdem por esperar. – e depois disso ele saiu andando, rindo da situação.
     – O que será que aquele idiota quis dizer com isso Mily?
     – Eu não sei, mas também não to com a mínima vontade de saber. Como você disse, ele é só um idiota, agora esquece isso. Você já tem seus chocolates agora você me deve uma resposta.
     – Ta bom, é o Alejandro.
     – Mas... Quem é Alejandro?
     – Sabe o garoto novo, aquele que vive grudado com o Felipe?
     – Ah sim, não sabia que ele se chamava Alejandro.
     – O que tem o Alejandro? – disse uma voz atrás de mim, mas quando me virei vi que era apenas o Felipe.
     – A Auria está gostando dele (u.u) – disse mesmo (vingança).
     – É sério Auria? Porque não me disseram antes. Eu posso não ter certeza, mas acho que ele também gosta de você.
     – Então o que estamos esperando? Temos que juntar esses dois. – quando disse isso a Auria ficou me olhando como se quisesse me matar.
     – Mily, não!
     – Mily sim! Vamos Felipe, temos que colocar o plano “Cupido” em ação.

4 comentários:

  1. Oh GOD ! Oh God!
    Cê quer matar a Auria? XD
    Muito bom onee *o*
    Alejandro *O* Ount *o*

    ResponderExcluir
  2. Está cada vez melhor *o*
    Continua logo Mily-chan...

    ResponderExcluir