sexta-feira, 20 de julho de 2012

Shinigami School - Capitulo 4




- Nya, Matsuda-kun!

- Ãh?

Um garotinha, pulou nas costas de Kenji abraçando seu pescoço. A pequena mordiscava o ombro do rapaz, que estava com uma face não muito agradavel.

- O que pensa estar fazendo Miu Miu? - Perguntou Kenji olhando para a garotinha sério.

- Nya, estava com saudades Matsuda-kun. - Respondeu ela, sorrindo e voltando a mordiscar o ombro de Kenji.

Miu Watanabe, mais conhecida por Miu Miu, uma das fantasmas que circulam pela escola. Uma criança de apenas 6 anos, assassinada por um dos professores da escola, seu espirito vaga pela mesma, por simplesmente não ter sua alma libertada. Seu assassino nunca foi encontrado, mas a desonfiança de inumeros professores que resolveram sair da escola depois do ocorrido, era grande.

- Miu Miu, pare de me morder. - Pediu Kenji, sentado em um banco, próximo a uma arvore de cerejeira.

- Nya, mas é tão legal. - Disse ela ainda mordiscando.

- Mas eu não gosto.

- Mas você não sente nada Matsuda-kun. - Disse ela manhosa.

- Sinto sim e as pessoas estão vendo isso...

Miu Miu parou de mordiscar Kenji e olhou para as pessoas que estavam paradas, vendo-a morder Kenji. Sua face pálida deu lugar a uma rosada. Miu Miu se escondeu atrás de Kenji, que apenas riu discretamente.

- Nya, Matsuda-kun. - Disse ela.

- O que você quer Miu Miu? - Perguntou Kenji abrindo os braços e os apoiando no  banco onde estava.

- Nada, só estava com saudade de você. - Disse ela sentada no encosto do banco.

Miu Miu sempre forá agarrada a Kenji. Aos 13 anos, Kenji salvou Miu Miu de um Raksasa, um devorador de almas perdidas, almas que não foram para o céu nem para o inferno. Miu Miu brincava com sua amiga, também fantasma, Azu Ikeda de esconde esconde. Quando ao ultrapasserem as parades que cercam a escola, por puro descuido, Miu Miu foi agarrada por um raksasa, Azu tentou ajudar a amiga, mas acabou sendo vencida e ficando inconciente. Kenji que ainda estava na escola, viu toda confusão e conseguiu salvar Miu Miu, derrotando o raksasa, a pequena já estava sem força e sua aureula já estava se apagando.



- Matsuda-kun! - Gritou uma voz fina e irritante.

- Mas o que? 

Azu estava em cima de Kenji, agarrando seu pescoço com força. Miu Miu olhava a cena de boca aberta, com o rosto vermelho e punhos fechados.

- Azu-chan, largue o Kenji agora! - Gritava Miu Miu.

- Kyaaaaaaa. - Dizia Azu ignorando Miu Miu.

- Azu-cha, me solta. - Disse Kenji empurrando a cabeça de Azu que segurava seu pescoço firmemente.

- Você ouviu? O Kenji quer que você o solte! - Disse Miu Miu puxando o cabelo de Azu.

- Para de me puxar Miu Miu. - Disse Azu com o rosto rosado.

- Então solte o Kenji-kun!

Azu soltou Kenji que ficou acariciando o pescoço que estava vermelho e com as marcas dos dedos de Azu. Miu Miu e Azu discutiam uma com a outra, sobre nenhuma nem outra encostar em Kenji quando uma não estivesse perto da outra.

- Arrasando o coração das pequenas, Kenji-kun? - Uma voz surgiu do lado direito de Kenji, era Alois Kimura, outro fantasma.

- Tsc, essas duas são umas loucas. - Disse Kenji irritado.

- As duas gostam de você. - Disse Alois gentilmente.

- Crianças... - Disse Kenji vendo as duas pequenas puxarem o cabelo uma da 
outra. - CHEGA DISSO! - Gritou Kenji fazendo as duas paparem e olha-lo.

- Matsuda-kun. - Disseram em unissono.

- Vocês nem deviam estar por aqui, vão encher o saco de outra pessoa ou brigar em outro lugar. - Kenji levantou-se e saiu dali, deixando duas crianças com olhos marejados.  Alois que ainda estava por ali apenas riu, enquando as duas meninas abriam o berreiro.

- MATSUDA-KUN! - Berraram juntas.

Um comentário: